Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Perguntas Frequentes
Início do conteúdo da página

Perguntas frequentes

– CPF do candidato (não se pode utilizar o CPF do responsável).
– Documento de Identificação Oficial. Serão considerados documentos de identificação aqueles expedidos pelas Secretarias de Segurança Pública, pela Diretoria-Geral da Polícia Civil, pelas Forças Armadas ou pela Polícia Militar, Carteira de Trabalho e Previdência Social, Carteira de Motorista, Passaporte atualizado, bem como as carteiras expedidas por ordens ou conselhos que, por lei federal, são consideradas documentos de identidade, contendo foto e impressão digital.
– O candidato menor de idade que não possuir documento oficial de identidade listado deverá indicar o número da Certidão de Nascimento. Depois de todo o procedimento para a inscrição, o candidato deve imprimir o cartão de identificação e levar ao campus do curso de interesse até a data de encerramento das inscrições, com uma foto 3x4 cm de frente e recente, Certidão de Nascimento e a GRU, para que seja carimbada e validada a inscrição. O cartão de identificação devidamente carimbado deverá ser apresentado no dia da prova juntamente com a Certidão de Nascimento.

A documentação necessária para isenção da taxa de inscrição constará do Edital completo, quando for publicado.

O Processo Seletivo é composto de uma prova com 50 (cinquenta) questões objetivas de múltipla escolha, atribuindo-se 10 (dez) pontos para cada questão, com 5 (cinco) opções de resposta, contendo apenas 1 (uma) alternativa correta. A duração da prova é de 4 horas.

São cursos oferecidos somente a quem já tenha concluído o Ensino Fundamental, sendo o curso planejado de modo a conduzir o aluno à habilitação profissional técnica de nível médio, na mesma instituição de ensino, contando com matrícula única para cada aluno. Como se trata de curso único, realizado de forma integrada e interdependente, não será possível concluir o Ensino Médio de forma independente da conclusão do Ensino Técnico de Nível Médio ou o contrário, de acordo com o Decreto 5154/04, com o Parecer CNE/CEB 39/2004 e com a Resolução CNE/CEB 01, de 03/02/2005.

São cursos ofertados a quem está cursando o Ensino Médio, em que a complementaridade entre a educação profissional técnica de nível médio e o Ensino Médio pressupõe a existência de matrículas distintas para cada curso. Nesse regime, o aluno faz somente o Ensino Técnico no Ifes, devendo, obrigatoriamente, estar matriculado no Ensino Médio em outra escola, sem dependência. Esta concomitância pode ocorrer em uma determinada série, dependendo do curso ofertado. Esses cursos são ofertados, também, a quem já tenha concluído o Ensino Médio.

São cursos oferecidos para conduzir o aluno à habilitação profissional técnica, com carga horária variável em cada módulo. Para ingresso nestes cursos, é necessário que o candidato tenha concluído o Ensino Médio.

Língua portuguesa, matemática, ciências da natureza (física, química e biologia) e ciências humanas (história e geografia).

Língua portuguesa, matemática, física, química, biologia, geografia e história.

O Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica para Jovens e Adultos – Proeja abrange cursos que, como o próprio nome diz, proporcionam formação profissional e básica para jovens e adultos que não fizeram o Ensino Médio e possuem 18 (dezoito) anos de idade completos até a data da matrícula. Como se trata de curso único, realizado de forma integrada e interdependente, não será possível concluir o Ensino Médio de forma independente da conclusão do Ensino Técnico de Nível Médio ou o contrário.

O candidato terá direito a apenas uma única inscrição no Processo Seletivo. No caso de o candidato realizar mais de uma inscrição, será considerada válida apenas a última inscrição paga ou isenta.

Fica estabelecido, por meio da Resolução nº 59/2011 do Conselho Superior, que uma mesma pessoa, na condição de estudante, não pode ocupar matrícula simultânea no mesmo campus ou campi diferentes do Ifes, nos seguintes casos, independentemente da modalidade de ensino, conforme Art 1º:
"Art 1º Fica estabelecido que uma mesma pessoa, na condição de estudante, não pode ocupar matrícula simultânea no mesmo campus ou campi diferentes do Ifes, nos seguintes casos, independentemente da modalidade de ensino:
I – em mais de um curso de pós-graduação stricto sensu;
II – em mais de um curso de pós-graduação lato sensu;
III – em mais de um curso graduação;
IV – em mais de um curso técnico de nível médio.
Parágrafo Único. Não será permitida a matrícula simultânea em mais de dois cursos."

A seleção dos candidatos aos cursos de graduação do Ifes é realizada unicamente via Sistema de Seleção Unificada – Sisu, ou seja, para concorrer a um curso de graduação, o candidato deverá ter realizado o Exame Nacional de Ensino Médio – Enem no ano anterior ao ingresso e se inscrever no Portal do Sisu, em data estabelecida em edital.

É necessário que o candidato seja portador de certificado de conclusão do ensino médio ou equivalente e que tenha realizado o Enem no ano anterior.

Sim. 50% das vagas em cada curso são preenchidas por estudantes oriundos da rede pública e 50% por estudantes oriundos de todas as redes de ensino (públicas e privadas). Para concorrer às vagas destinadas exclusivamente aos estudantes oriundos da rede pública, o candidato deverá enquadrar-se na ação afirmativa de ter estudado durante pelo menos 5 anos em escola pública, sendo, no mínimo, 3 anos do ensino médio e, no mínimo, 2 anos do ensino fundamental.

Cursos Superiores de Tecnologia, Bacharelados e Licenciaturas.

De acordo com o Decreto n.º 5.622, de 19 de dezembro de 2005, que regulamenta o art. 80 da LDB, lei nº 9.394/96, "a educação a distância como modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.”.

A principal vantagem da educação a distância está em possibilitar uma maior abrangência geográfica na oferta de vagas, dada a dimensão continental do nosso país. Além disso, podemos destacar mais vantagens, como: metodologia diferenciada, custos reduzidos, autonomia do aluno, acesso dos alunos a qualquer tempo e lugar, interatividade entre alunos, professores e tutores/formadores, apoio didático-pedagógico por meio de ambiente de aprendizagem, entre outras.

De acordo com Decreto nº 6.303/2007, o polo de apoio presencial é a unidade operacional, no País ou no exterior, para o desenvolvimento descentralizado de atividades pedagógicas e administrativas relativas aos cursos e programas ofertados a distância; O polo é o espaço dotado de uma infraestrutura física e logística de funcionamento, reservado para o atendimento aos estudantes. O Polo fica localizado no município e é mantido pela prefeitura municipal ou Estado. Um Polo deve ser constituído com laboratórios de ensino e pesquisa, laboratórios de informática, biblioteca, recursos tecnológicos, entre outros, compatíveis com os cursos que serão ofertados.

No primeiro encontro presencial, no polo de apoio presencial os alunos recebem seu login e sua senha para acesso ao ambiente virtual de aprendizagem - Moodle.

As aulas estarão disponíveis a partir do 1º dia de aula de cada disciplina e o aluno terá conhecimento dessa organização por meio do Calendário Acadêmico.

Os encontros presenciais são obrigatórios e obedecerão à programação de cada disciplina.

O encontro presencial é importante para a organização dos estudos. Nesse encontro o aluno tem a oportunidade de integrar-se ao grupo e de receber orientações sobre as atividades e ter o acompanhamento do tutor presencial.

A frequência não é computada pelo número de acessos (login) ao sistema. O que efetivamente comprova a frequência é a participação do aluno a entrega das atividades propostas no ambiente virtual. É importante estar atento a isto: o que garante a presença é a execução e entrega das atividades, que, a critério do professor, poderão valer nota ou não. O aluno pode obter informações sobre sua situação acadêmica no próprio ambiente virtual.

As avaliações ocorrem em momentos presenciais e a distância. As formas e critérios de avaliação dependem das especificidades de cada disciplina. Vale ressaltar que a avaliação presencial é majoritária.

Vários profissionais estão envolvidos na organização do processo ensino-aprendizagem: Professores Especialistas, Tutores Presenciais e Tutores a Distância. É importante esclarecer que o aluno é o centro do processo e ele é o principal responsável pela sua aprendizagem.

Esses professores planejam e gerenciam todo o processo de desenvolvimento da aprendizagem, da disciplina de sua responsabilidade, com o apoio do Tutor Presencial e do Tutor a Distância.

Esse profissional é o responsável pela orientação e acompanhamento dos alunos no polo.

Esse profissional fará a orientação e o acompanhamento das atividades, pelo ambiente colaborativo de aprendizagem, respondendo às dúvidas dos alunos e corrigindo as atividades.

• Coordenador de Polo de apoio presencial: responsável pela administração e gestão acadêmica do Polo;
• Técnico em Informática: responsável pela manutenção e assistência técnica dos equipamentos de informática;
• Bibliotecário: responsável pela organização, pelo armazenamento e pela divulgação do acervo, visando a otimizar, em especial, o uso do material bibliográfico. Presta serviços de informação e de apoio à pesquisa bibliográfica;
• Tutor Presencial: pelos encontros presenciais obrigatórios no Polo;
• Tutor para Laboratório Pedagógico de Ensino: responsável pela orientação das atividades desenvolvidas nos laboratórios pedagógicos de informática, para os cursos que têm esse profissional constando no seu projeto pedagógico.

Os critérios de seleção e matrícula são os mesmos de um curso presencial. Maiores detalhes são obtidos pelos editais de cada curso, disponíveis no site .

• Ter interesse na busca de conhecimentos, acesso a um computador conectado à Internet e tempo disponível para os encontros presenciais.

O aluno recebe todo o referencial teórico das disciplinas, pelo material impresso e pelo conteúdo disponibilizado no ambiente de aprendizagem Moodle.

• O aluno de curso técnico e de graduação tem encontros presenciais semanais obrigatórios. O aluno de curso de pós-graduação não tem a obrigatoriedade nos encontros exceto, para realização das avaliações presencias. O tutor presencial é o profissional que faze o acompanhamento do encontro presencial.

• No ambiente virtual o aluno conta com suporte dos Tutores a Distância, profissionais responsáveis pelo esclarecimento de dúvidas sobre conteúdos específicos das disciplinas de sua responsabilidade.

• Havendo dúvidas sobre a metodologia adotada, as avaliações ou, até mesmo, o conteúdo, o Professor Especialista, responsável pelo planejamento e pela execução da disciplina, poderá fazer os esclarecimentos necessários ou propor um planejamento diferenciado.

O Professor Especialista prepara o conteúdo, de acordo com o projeto pedagógico do Curso, e gerencia os Tutores a Distância vinculados a sua disciplina.


Os profissionais inseridos na condução da Educação a Distância, nessa modalidade de ensino, são professores do Ifes, e outros profissionais com formação específica para atender, com qualidade, às exigências do Curso.

• Manual do Aluno - Material impresso e versão online: guia de orientação para a aprendizagem a distância, com orientação e técnicas de autoaprendizagem, além de informações acadêmicas e administrativas. Disponibilizado em forma impressa e em mídia.
• Livro-didático: os livros de textos básicos para as disciplinas ministradas no Curso estão disponíveis nas bibliotecas dos polos presenciais.
• Material impresso: fascículos com o conteúdo de cada disciplina do Curso, elaborados pelos professores especialistas responsáveis pelas respectivas matérias, conforme metodologia de educação a distância.
• Multimídia - CD/DVD-ROM: produção requerida em determinados cursos para apresentar situações, procedimentos, relatos, processos, simulações, jogos educacionais e outros.

Veja todas as instruções (passo a passo) de como recuperar a sua senha usando o manual a seguir. Clique aqui

Entre em contato com o Cefor em um dos nossos canais de contato.

Fim do conteúdo da página